LAN LANH
Referência da percussão Latino Americana, Lan Lanh está no mercado desde o começo dos anos 90, quando fundou a banda cult “Rabo de Saia”. Multi instrumentista visceral, faz soar pandeiros, atabaques, berimbaus, timbaus e cajóns, batendo forte o coração da plateia. Em sua trajetória, brilhou nos palcos do mundo inteiro, acompanhando artistas e bandas que traçam a história da música brasileira, como Titãs, Tim Maia, Ana Carolina, Marisa Monte, Elba Ramalho e Nando Reis. Mas foi a parceria com a cantora Cássia Eller que lhe deu projeção nacional.

Seu primeiro álbum solo e autoral, intitulado “Com Ela’’ (Maianga Records), foi lançado em 2002.  Por ele, recebeu o prêmio de artista revelação pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte). O segundo,, ‘’Mi’’ (Lab 344), só veio em 2013 e foi produzido com sonoridades eletrônicas pelo Dj Deeplick, e por Carol Monte.  A  faixa ‘’Geminiano’’ fez parte da trilha da novela ‘’Amor eterno amor’’, da Rede Globo.  

 Acompanhou o ícone pop Cyndi Lauper em turnês pela América Latina, Canadá e Riviera Francesa.  Fez uma participação especial com o coletivo francês Nouvelle Vague na reinauguração do Beco das Garrafas, mostrando toda sua versatilidade, tocando bateria, percussão, ukulele e cantando uma de suas canções, “Zum zum preguiça”, outra faixa do seu disco ‘’Mi’’. Em 2013, foi convidada a assinar a direção musical de “Cássia Eller – O musical”, que estreiou em maio do ano seguinte e está em turnê pelo Brasil lotando as plateias por onde passa.

Com a banda Moinho, ao lado dos parceiros Toni Costa e Emanuelle Araujo, emplacou o hit ‘’Esnoba’’ na novela “Beleza Pura”, também da Rede Globo, e em todas as rádios do Brasil.

Atualmente, completando 30 anos de carreira, Lan Lanh participa ainda do coletivo “Batida Nacional”, dividindo o palco com a atriz Nanda Costa e o DJ Deeplick, um dos idealizadores do movimento que agrega todas as formas de artes e na qual a tecnologia que valoriza o instrumento orgânico, numa mistura de gêneros e ritmos incrementados pelos mais modernos timbres da música mundial.  A estréia da nova formação do grupo aconteceu no Beco da Garrafas - Rio de janeiro. Na sequencia, reuniu cerca de 4 mil pessoas na Praça da Matriz no Reveillon de Paraty e desde então não pararam mais. Afinal, se a sétima arte é feita de som e imagem, nada melhor do que trazer uma percussionista e um Dj para dar ritmo a uma atriz em seu palco.